Pesquisa de mercado para eventos esportivos: tutorial incrível (com template de pesquisa)

Atualizado: 8 de Dez de 2020

Qualquer tomada de decisão dentro de uma empresa, seja de qualquer porte, é cercada de indecisões. Por isso, é necessário que se conheça bem o cenário em que o negócio está envolvido e a pesquisa de mercado é uma das principais formas de auxiliar nesse momento, pois uma decisão errada pode comprometer todo o futuro de uma empresa. O mesmo acontece com eventos, são muitas etapas e muitos imprevistos podem ocorrer durante a organização de um evento e a pesquisa vem para auxiliar justamente para minimizar as incertezas que podem ocorrer.


Mas afinal, de que se trata uma pesquisa de mercado?


É um estudo realizado com a finalidade de identificar o cenário em que o seu evento está, auxiliando na tomada de decisões, podendo identificar tanto oportunidades quanto prováveis problemas. As pesquisas podem ser utilizadas na organização de novos eventos, para saber o que seus participantes pensam da sua marca, se estão satisfeitos, quais suas necessidades, para conhecer seus concorrentes e seu potencial, como entrar em um novo mercado, etc. Enfim, pode ser utilizada para praticamente todas as fases de um evento, tanto para avaliar sua organização, o conhecimento do público sobre ele ou sobre sua modalidade ou para pesquisar a satisfação.

Tela de computador, papéis, celular e xícara de café sobre a mesa

Através de uma pesquisa você consegue identificar o perfil psicológico, cultural, social, financeiro, demográfico de seus clientes, consegue identificar seus hábitos de consumo, como eles têm utilizado seu tempo e dinheiro livres. A pesquisa também permite que você identifique seus concorrentes, como eles trabalham, qual o perfil dessas empresas, como trabalham seus fornecedores, se há risco de novos entrantes no mercado, a interferência do cenário político, tecnológico, natural dentro de seu evento. A pesquisa de mercado é o que trará a você uma visão ampla e detalhada de todo o ambiente que cerca o seu evento e será seu braço direito na hora em que for traçar uma estratégia.


Aí surge aquela dúvida: Eu devo investir em uma pesquisa em qual momento do meu evento? Qual o passo-a-passo para realizar a minha pesquisa?


Passo-a-passo

Para começar, a pesquisa de mercado pode ser aplicada em qualquer fase de um evento e, optar por fazê-la ou não, irá depender da necessidade do organizador. Se você deseja iniciar a organização de um novo evento na sua região, é primordial saber em qual mercado está entrando, com quais concorrentes e fornecedores está lidando, quais são os anseios de seus futuros inscritos, como é o cenário político-econômico atual da região, entre outros detalhes que são de fundamental importância para entender como organizar um evento partindo do zero. Se você organiza eventos faz um tempo o e não sabe qual o próximo passo a ser tomado, fazer uma pesquisa para conhecer a imagem que seu evento reproduz no mercado pode ser interessante para entender o que deve ser feito nesse momento. No decorrer do evento, buscar saber como está o seu serviço perante os participantes é necessário para manter-se competitivo, para isso tem-se a pesquisa de satisfação. São inúmeras as possibilidades e uma pesquisa mercadológica é sempre uma boa pedida para entender seu evento como um todo.

Pessoa anotando em papel com marca texto rosa

passo #1 a ser dado ao iniciar sua pesquisa de mercado é definir qual o objetivo desta pesquisa, o que você quer descobrir com esta ferramenta. Em seguida, você irá definir o público-alvo desta pesquisa, se serão fornecedores, concorrentes, consumidores, comunidade em geral. Ao definir o público-alvo, você deve entender a sua totalidade, quantas pessoas compõem este público (na pesquisa é chamado de universo), o tamanho deste público, para então definir a amostra da pesquisa (quantas pessoas precisam respondê-la).


Depois de todas as definições anteriores feitas, parte-se para o questionário. Ao desenvolver as perguntas lembre-se: todas as questões devem ser claras, objetivas, imparciais e conter todos os itens que estão sendo buscados através da pesquisa. Uma dica extra é que se teste a pesquisa antes de aplicá-la, afim de fazer ajustes nas proposições e obter melhor resultado. Com esta etapa concluída, você já pode aplicar sua pesquisa em seu público. Por fim, é chegado o momento de analisar os resultados da pesquisa.


Para te auxiliar no momento da aplicação, existem ferramentas gratuitas online que criam questionários para serem enviados aos participantes inscritos no seu evento ou potenciais participantes e que ainda te entregam os resultados prontos, para que você só tenha o trabalho de analisar o quanto aquelas respostas interferem em seu negócio.


As pesquisas podem ser qualitativas, em que se visa mais o conteúdo das respostas dos entrevistados, analisando, em maior parte, informações subjetivas; podem ser quantitativas, que visa obter um resultado estatístico, permitindo estimar informações mais amplas e diversificadas; podem ser utilizadas técnicas de observação, em que o pesquisador observa determinado fenômeno social em seu ambiente ou pode-se utilizar técnicas experimentais, em que o pesquisador cria um ambiente para controlar o que ocorre com o que está sendo pesquisado e manipula uma das variáveis do ambiente para observar as variadas reações; e, por fim, temos os testes A/B, em que o pesquisador segmenta seu público em dois grupos e os submete a experimentos diferentes e observa qual dos experimentos tem melhor resultado.


Mas e a tal da margem de erro que tanto de houve falar quando se trata de pesquisa? A margem de erro é que define o intervalo de confiança de uma pesquisa. Parece difícil quando se fala, não é? Pois é, e é sim muito complexo definir uma margem de erro, é algo que somente quem estuda e vive de estatística consegue definir. E aí você pensa como pode confiar na sua pesquisa... Então nesse momento surgem as calculadoras de margem de erro, que vários sites de pesquisa disponibilizam na Internet para que seus usuários consigam obter resultados melhores em sua pesquisa.


A pesquisa de mercado não precisa necessariamente ser feita através de um questionário, podendo analisar diversos fatores citados anteriormente neste texto através de banco de dados de associações comerciais e industriais de seu município, da sua prefeitura, o IBGE, das universidades locais, jornais e revistas especializados na área, entre outros órgãos que possuem uma rica fonte de dados para você. Existem inúmeras ferramentas que podem ser aplicadas para esta análise de cenários, das quais fica a seu critério definir a que melhor lhe atende.

Mulher acessando Google em tablet

Mão na massa?

Isso parece distante da sua realidade? Não é bem assim! A pesquisa existe para todos os tipos de organizações, para todos os modelos de negócio, para todos os segmentos e você pode (e deve) aplicá-la constantemente, pois nada melhor para conhecer do que ir direto às fontes de informação e agora você possui informações suficientes sobre pesquisa e embasamento para colocar a mão na massa, afinal você acabou de ler mais de 1.200 palavras sobre o assunto.

Homem apontando gráficos em um papel sobre uma mesa com xícara de café e notebook aberto ao lado

Para te ajudar um pouco mais, disponibilizamos neste post um template de modelo de pesquisa de mercado e um de análise de cenários para eventos esportivos, que você pode ter acesso clicando nos links acima.

1 visualização0 comentário

(35) 3261-1073

(35) 3261-4353

(35) 9.8891-0000

contato@uniarttrofeus.com.br

  • Facebook
  • Instagram
Vamos tomar um café?

Rua Toledo Piza 653 Centro

Campanha MG Cep 37.400-000

Grupo Urias & Urias Ltda. • CNPJ.12.279.099/0001-91