Esportes que mais cresceram em 2018 no Brasil

É claro que o futebol é o esporte mais assistido e praticado em nossas terras brasileiras, mas outros esportes vêm ganhando o coração dos brasileiros e conquistando cada vez mais espaço.

Esportes que antes pareciam distantes e complicados demais para entender as regras, atualmente estão ganhando destaque e aumentando consideravelmente o número de participantes.

Por isso, vamos conhecer os esportes que mais cresceram em 2018 e que são uma aposta para 2019. Se você quiser saber em quais modelos de eventos apostar ou descobrir novos esportes para praticar, está no lugar certo.

Vamos conhecer?

1. MMA

Esse é um dos esportes que mais cresceu não só no Brasil, como no mundo. Quem não conhece o UFC, principal torneio de MMA do mundo? O MMA tem raízes brasileiras e surgiu nos anos 40, quando os irmãos Hélio e Carlos Grace decidiram desafiar os melhores lutadores do mundo de outras modalidades de luta, para provar que o jiu-jitsu era imbatível.

Dois homens lutando
Dois homens lutando

O octógono foi criado para que os lutadores não se protegessem dos golpes nos cantos. Com o passar dos anos o esporte foi se profissionalizando e os lutadores passaram a se especializar em mais de uma luta, por isso o nome “Artes Marciais Mistas”.

Atualmente, é possível notar o quanto surgiu novas academias de luta nos quatro cantos do Brasil e o número de fãs espalhados em todas as regiões do aumenta.

2. Poker

O poker é um esporte de concentração, assim como o Xadrez. Nos últimos anos, com os torneios e partidas online, grátis ou pagas, o número de praticantes aumentou consideravelmente.

Mesa com cartas e fichas para jogo de poker
Mesa com cartas e fichas para jogo de poker

O jogo é popular e movimenta uma indústria milionária, estimada com a terceira maior do planeta. Grandes atletas do mundo todo são fãs de poker, como Guga, Neymar, Ronaldo e Phelps. Quem não se lembra da propaganda do Ronaldo para uma das gigantes do esporte?

Em 2018 o número de eventos dessa modalidade cresceu exponencialmente e foi possível ver competições online e ao vivo espalhadas por todo o Brasil.

3. Rugby

O crescimento do Rugby no Brasil se deve ao grande trabalho que tem sido feito pela Confederação Brasileira da modalidade, que foi eleita por dois anos consecutivos a entidade esportiva com as melhores práticas de governança.

A intenção da organização é tentar classificar a seleção brasileira para a Copa do Mundo Masculina de Rugby, em 2023 e melhorar a colocação da equipe feminina na olimpíada de 2020, em Tóquio.

O número de fãs e praticantes não para de crescer. Em 2010, haviam 30 mil praticantes do esporte no Brasil, em 2018 o número dobrou, ultrapassando os 60 mil, sendo que, desses, 11 mil são federados à CBRu.

Jogador de rugby
Jogador de rugby

E o número de fãs também surpreende. Segundo uma pesquisa recente do Ibope, já são 3,2 milhões de fãs do Rugby no Brasil. Enquanto isso, o orçamento da CBRu também cresce, pulando de 30 mil reais em 2010, para 20 milhões em 2018.

O Rugby é, sem dúvida alguma, o esporte que mais cresce no Brasil e no mundo.

4. Airsoft

O Airsoft é um esporte de ação que simula situações de combate, utilizando armas de pressão de disparam bolas de plástico (bbs) de 6mm de diâmetro sem tinta, devendo o jogador acusar que foi atingido e sair do jogo. A ponta laranja é exigida em todos os equipamentos.

No Brasil, o esporte é regulamentado pelo Exército Brasileiro. A prática desse esporte vem crescendo em nosso país desde que foi oficializada, em 2003. Com a devida legalização de todos os materiais e da sua prática, muitas equipes surgiram e sua popularização se deu devido à comercialização dos produtos conquistarem o grande público.

A partir daí, a prática do Airsoft vem conquistando cada vez mais praticantes. São centenas de grupos espalhados por todo o país, com organizações próprias e jogos durante todo o ano aos finais de semana. O número de eventos, diante desse cenário de expansão do esporte, também aumentou consideravelmente.


Homem com uniforme exército com arma de Airsoft
Homem com uniforme exército com arma de Airsoft

Existem, inclusive, muitos blogs e sites especializados, que dão dicas sobre a prática, publicam notícias e novidades do setor e acompanhar os eventos.

5. Stand Up Paddle (SUP)

Cada vez mais é possível ver praticantes de Stand Up Paddle (ou simplesmente SUP) no mar. O esporte une a prancha e o remo e conquista cada dia mais adeptos, sem restrição de idade e experiência com modalidades semelhantes. É um esporte para todos.

A prática da modalidade não é restrita às praias do litoral. Atualmente, é possível ver praticantes do esporte remando em piscinas, lagos, rios e represas. O SUP é ideal para melhorar o condicionamento físico, fortalecer braços, ombros, pernas, abdômen e auxilia no equilíbrio e na concentração.


Duas pessoas praticando standup
Duas pessoas praticando standup

É um esporte que conquistou o coração dos brasileiros e movimenta um grande mercado no país, devido ao fato de ser um esporte democrático.

É possível encontrar eventos e instrutores da modalidade em todo o Brasil, que se divide em diversas categoriais, para cada tipo de participante, como o SUP Wave, praticado nas ondas, o SUP Race, praticado em travessias, SUP Fishing, modalidade de pesca, River SUP, a prática em rios e corredeiras, SUP Yoga, SUP Fitness, dentre outras tantas possibilidades.

6. Beach Tennis

Desde 2016 é possível ver o quanto o Beach Tennis se popularizou no litoral brasileiro. É um esporte praticado na areia, com raquetes, bolinha e rede. O esporte é uma mistura de tênis, vôlei de praia, frescobol e badminton.

A prática do esporte pode ser feita em duplas ou individual. O esporte foi criado na Itália durante os anos 80, mas só chegou ao Brasil em 2008, através de Adão Chagas e Leopoldo Correia.

Raquete com desenho da bandeira do Brasil na areia da praia
Raquete com desenho da bandeira do Brasil na areia da praia

Hoje, o esporte conta com mais de 30 mil praticantes em todo território nacional. O desejo de profissionalizar a modalidade deu início à criação da Liga Nacional de Beach Tennis e os eventos da modalidade não param de crescer. O evento deu uma pausa na organização durante 2018, devido a conflitos internos da organização, mas ainda assim o esporte continuou crescendo seu número de adeptos.

E se engana quem acredita que o esporte só ganhou força no litoral brasileiro. No interior, também existem muitos praticantes, que adaptam espaços para realizarem a prática do esporte.

7. Yoga

A cada ano que se passa a prática da Yoga ganha mais praticantes ao redor de todo o planeta e o Brasil, claro, não foge à regra. De acordo com a Associação Brasileira de Ioga a atividade já é praticada por mais de 500 mil brasileiros e a previsão é que em 2019 essa tendência de crescimento acelerado permaneça.

A Yoga sempre despertou a curiosidade e o interesse das pessoas pela forma como é praticada, respeitando regras que contribuem para o nosso bem-estar físico e mental. E, por isso, a procura por aulas e conhecimento em Yoga tem crescido, já que diversas pesquisas mostram as inúmeras vantagens da prática para o nosso organismo.

Com a correria e o estresse diários, a procura por esportes que aliem bem-estar físico e mental tende a aumentar cada vez mais e isso explica a popularidade da Yoga nos dias atuais.

Mulher praticando yoga
Mulher praticando yoga

O princípio básico da Yoga é trabalhar a conexão do corpo com a mente, unindo-os como um só. Por isso, é um esporte que auxilia no fortalecimento maior da musculatura, aumento da consciência corporal, auxilia no emagrecimento e minimiza os efeitos da menopausa.

8. Trekking

O crescimento do Trekking (ou Enduro a Pé) é nítido também em todo o território nacional e isso se deve ao crescimento da prática de esportes indoor, que se tornaram um refúgio para os que vivem na correria diária, vivendo sob pressão e estresse.

O Trekking é uma atividade física, aeróbica e que consiste em uma caminhada através de trilhas naturais, buscando maior contato com a natureza. Por isso, os praticantes acampam ou dormem em refúgios, albergues, hostels ou abrigos, durante o percurso, tendo que dormir fora de casa.

Trechos conhecidos para a prática são Serra Fina, Caminho de Santiago, Caminho da Fé, etc. Para praticar o Enduro a pé a pessoa precisa ter um bom condicionamento físico, pois trata-se de uma atividade física bastante exigente.

Os praticantes do trekking normalmente saem de casa preparados para o período que passará afastado do contato com os centros urbanos, com grande mochilas que carregam equipamentos para camping, alimentação e demais itens para sua proteção pessoal.

É uma ótima pedida para quem está buscando contato maior com a natureza e ainda quer praticar um esporte.

Mulher com mochila de trekking nas costas em meio à floresta
Mulher com mochila de trekking nas costas em meio à floresta

Curtiu a lista?

Esses foram os esportes que mais cresceram no Brasil em 2018 em número de praticantes e que ganharam destaque com o aumento dos eventos organizados das modalidades.

Se você está pensando em conhecer uma nova modalidade para começar a praticar esportes, ficam aí algumas dicas para você.

Você pratica algum desses esportes? Acha que algum esporte ficou de fora da lista? Conta pra gente!

0 visualização0 comentário